Archive for Novembro, 2009

Imagens da minha vida

Vou buscar esquecidas lembranças, tempos, lides, canções, gentes, um mundo que resta só na imagem e na palavra de quem a sente.

Da ideia à forma, onde fica o pensamento?

No tempo, longe desse tempo, dessas terras e gentes relembro A MINHA INFÂNCIA em Angola, no outro lado do tempo!

Mudaram-se os tempos, com esses tempos também as vontades: a infância deu lugar à adolescência

REVOLUÇÃO:  isto é: descobrimento
Mundo recomeçado a partir da praia pura
Como poema a partir da página em branco
— Catarsis emergir verdade exposta
Tempo terrestre a perguntar seu rosto

Sophia de Mello Breyner Andresen, in “O Nome das Coisas”

Somos assim aos dezassete.

Sabemos lá que a vida é ruim!

A tudo amamos, tudo cremos.

Aos dezassete eu fui assim.

Depois, Acilda, os livros dizem,

Dizem os velhos, dizem todos:

“A Vida é triste! A Vida leva,

a um e um, todos os sonhos.”

Deixá-los lá falar os velhos,

Deixá-los lá… A Vida é ruim?

Aos vinte e seis eu amo, eu creio.

Aos vinte e seis eu sou assim.

Sebastião da Gama

Aos quarenta anos sou um ser perplexo,

não como aos vinte ou aos trinta,

mas radicalmente perplexo. Não sei

se amo a vida ou a detesto.

Se amo ou não amo aqueles que amo,

se odeio ou não odeio os que detesto.

Jorge de Sena ( adaptado)

 

O grande mistério não é termos sido lançados aqui ao acaso, entre a profusão da matéria e das estrelas: é que, da nossa própria prisão, de dentro de nós mesmos, conseguimos extrair imagens suficientemente poderosas para negar a nossa insignificância.

 A Condição Humana (1933)

 

 

Anúncios

I still haven’t found what I’m looking for

U2 – I Still Haven\’t Found What I\’m Looking For

I have climbed highest mountains
I have run through the fields
Only to be with you
Only to be with you
I have run
I have crawled
I have scaled these city walls
These city walls
Only to be with you

But I still haven’t found what I’m looking for
But I still haven’t found what I’m looking for

I have kissed honey lips
Felt the healing in her fingertips
It burned like a fire
This burning desire

I have spoke with the tongue of angels
I have held the hand of a devil
It was warm in the night
I was cold as a stone

But I still haven’t found what I’m looking for
But I still haven’t found what I’m looking for

I believe in the Kingdom Come
Then all the colors will bleed into one
Bleed into one
But yes I’m still running

You broke the bonds
And you loosed the chains
Carried the cross
Of my shame
Oh my shame
You know I believe it

But I still haven’t found what I’m looking for
But I still haven’t found what I’m looking for
But I still haven’t found what I’m looking for


The Queen


BOA VIAGEM!

Quando começares tua viagem
pede que o caminho seja longo, cheio de aventuras, cheio de experiências.
Que sejam muitas as manhãs de verão
em que chegues – com que prazer e alegria! -a portos antes nunca vistos.


HAPPY DAYS…

…OR A SAD WAY OF GROWING OLD

happy days

Winnie- Ah yes, so little to say, so little to do, and the fear so great, certain days, of finding onesef…left, with hours still to run, before the bell for sleep…

…and nothing more to say, nothing more to do, that the days go by, certain days go by, quite by, the bell goes, and little or nothing said, little or nothing done.


Pai

O vazio é fisico, profundo e doloroso, mas a matriz, paulatinamente construída, está entrelaçada em cada um de nós.

Estamos contigo e tu estás em nós.

Hoje e  sempre o teu dia.

scrapeenet_agua_20091110184514cYgTE6


… next whisky bar

After spending a whole weekend working for school, this is the only thing that comes to my mind…

Bertolt Brecht – Alabama Song

Show me the way to the next whisky bar
Oh, don’t ask why, oh, don’t ask why
Show me the way to the next whisky bar
Oh, don’t ask why, oh, don’t ask why
For if we don’t find the next whisky bar
I tell you we must die
I tell you we must die
I tell you
I tell you
I tell you we must die

Oh, moon of Alabama
We now must say good-bye
We’ve lost our good old mamma
And must have whisky
Oh, you know why.

Show me the way to the next pretty girl
Oh, don’t ask why, oh, don’t ask why
Show me the way to the next pretty girl
Oh don’t ask why, oh, don’t ask why
For if we don’t find the next pretty girl
I tell you we must die
I tell you we must die
I tell you
I tell you
I tell you we must die

Oh, moon of Alabama
We now must say good-bye
We’ve lost our good old mamma
And must have a girl
Oh, you know why.

Show me the way to the next little dollar
Oh, don’t ask why, oh, don’t ask why
Show me the way to the next little dollar
Oh, don’t ask why, oh, don’t ask why
For if we don’t find the next little dollar
I tell you we must die
I tell you we must die
I tell you
I tell you
I tell you we must die

Oh, moon of Alabama
We now must say good-bye
We’ve lost our good old mamma
And must have dollars
Oh, you know why. 


I’m a bird girl

Today I was so stressed I decided to make a film. This music helps me to relax…


Caim

Então caim contou a lilith o caso de um homem chamado abraão a quem o senhor ordenara que lhe sacrificasse o próprio filho, depois o de uma grande torre com a qual os homens queriam chegar ao céu e que o senhor com um sopro deitou abaixo, logo o de uma cidade em que os homens preferiam ir para a cama com outros homens e do castigo de fogo e enxofre que o senhor tinha feito cair sobre eles sem poupar as crianças, que ainda não sabiam o que iriam querer no futuro, a seguir o de um enorme ajuntamento de gente no sopé de um monte a que chamavam sinai e a fabricação de um bezerro de ouro que adoraram e por isso morreram muitos, o da cidade de madian que se atreveu a matar trinta e três soldados de um exército denominado israelita e cuja população foi exterminada até à ultima criança, o de uma outra cidade, chamada jericó, cujas muralhas foram deitadas abaixo pelo clangor de trombetas feitas de cornos de carneiro e depois destruído tudo o que tinha dentro, incluindo, além dos homens e mulheres, novos e velhos, também os bois, as ovelhas e os jumentos. Foi isto que eu vi…e muito mais para que não me chegam as palavras. 

José Saramago