Archive for Janeiro, 2012

Reconhecimento facial

Descobri isto e fiquei a saber quais as celebridades cujo rosto se identifica com o meu:

Camilla Belle - 74%

Kate Bush - 70%

Ueto Aya - 70%

Nia Long - 67%


Os Descendentes

Não consigo descolar deste texto:

Os Descendentes é um filme adulto, Alexander Payne é sempre adulto, mas este é um Payne mais discreto, menos demonstrativo, sem grandes efeitos emocionais ou satíricos. É curioso notar como o filme articula os grandes temas da mundividência conservadora. Temos a tradição, perpetuada através da afinidade, da propriedade e da transmissão. A fidelidade, atávica, inquieta, brutal. A família, célula frágil mas regenerável. A perda e os indispensáveis rituais de recomposição. Mas Payne não tem nenhuma agenda e evita qualquer determinismo. «Everything just happens», diz-se a certa altura, é preciso continuar apesar do que acontece, apenas isso, uma aceitação serena e triste, um humanismo da imperfeição.

Pedro Mexia


Um abraço apertadinho

Obrigada, amigos.

Tenho o vosso abraço cheio
com os trópicos no meio.


Obrigada


When I’m 64

When I get older losing my hair,
Many years from now.
Will you still be sending me a Valentine.
Birthday greetings bottle of wine.
If I’d been out till quarter to three.
Would you lock the door.
Will you still need me, will you still feed me,
When i’m sixty-four.

Os da minha rua

Um encontro com Ondjaki.

Com as palavras pode-se aprender a sair de um tempo e de um lugar porque ” a infância” é um ponto cardeal eternamente possível.


The Girl with the Dragon Tattoo

Uma tarde muito bem passada, com atmosferas azul cinza muito opressivas e glaciais, muita tecnologia de comunicação, personagens perversas… Há violações muito cruéis e explícitas, perseguições de mota, uma câmara de tortura numa cave sinistra, uma família pouco recomendável cheia de segredos de incesto e passados nazis, há uma tatuagem forçada na barriga adiposa de um sádico abusador de raparigas indefesas: “Sou um porco sádico, um pervertido e um violador”. Tudo isto com o “tensímetro” sempre ligado.


Little bird


E pronto…

…fiz uma distensão muscular no ginásio. Eis o exercício permitido nos próximos dias.

 

 

 



Barco Negro

Mais uma versão muito bem conseguida. Associo sempre esta música a uma época muito feliz da minha vida.


Les uns et les autres

Há homens que gostam de mulheres e outros que gostam das mulheres. Destes últimos conheço poucos e homossexuais.



Os pastéis de nata

O ministro da Economia, Álvaro Santos Pereira, começa a intervenção lembrando o sucesso dos pastéis de nata. Mas refere que nenhum empresário teve a ideia de o transformar num “MacDonalds” dos pastéis de nata, como um emigrante português fez aos frangos, criando o Nando’s.

Ora, aqui deixo alguns anúncios para inspiração, incluindo o frango de churrasco Nando’s. Espero que sejam um estímulo  para as natas.


Kind…

…get in, get off, get out!

 


The mirror

nothing is more exactly terrible than
to be alone in the house,with somebody and
with something)
You are gone. there is laughter.

and despair impersonates a street

i lean from the window,behold ghosts,
a man
hugging a woman in a park. Complete.

and slightly (why?or lest we understand)
slightly i am hearing somebody
coming up stairs,carefully
(carefully climbing carpeted flight after
carpeted flight. in stillness,climbing
the carpeted stairs of terror)

and continually i am seeing something

inhaling gently a cigarette in a mirror

e. e. cummings



Cantos da Babilónia


The Laughing Heart

That’s a beauty, you know !

your life is your life
don’t let it be clubbed into dank submission.
be on the watch.
there are ways out.
there is a light somewhere.
it may not be much light but
it beats the darkness.
be on the watch.
the gods will offer you chances.
know them.
take them.
you can’t beat death but
you can beat death in life, sometimes.
and the more often you learn to do it,
the more light there will be.
your life is your life.
know it while you have it.
you are marvelous
the gods wait to delight
in you.

Charles Bukowski


Para nós, amiga