Archive for Janeiro, 2011

Hereafter

Uma necessidade muito recorrente, dar algum sentido à vida compreendendo a morte como uma passagem. No meu ponto de vista, é a morte que torna a vida cruel. Tirando isso, um filme com alguns diálogos interessantes.

Anúncios

Bom Domingo


O Meu Presente

oferecido pela minha amiga Cláudia

Was this the face that launch’d a thousand ships
And burnt the topless towers of Ilium?
Sweet Helen, make me immortal with a kiss.


Obrigada

A todas as pessoas que hoje pensaram em mim:
Recebe este rosto meu, mudo, mendigo.
Recebe este amor que te peço.
Recebe o que há em mim que és tu.


“Perhaps my best years are gone. When there was a chance of happiness. But I wouldn’t want them back. Not with the fire in me now. No, I wouldn’t want them back.”

Samuel Beckett


Ó Gente…

Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que recebi

 E pareceria ternura
Se eu me deixasse embalar
Era maior a amargura
Menos triste o meu cantar


RESERVATÓRIO INESGOTÁVEL

Diálogo entre Colbert e Mazarino durante o reinado de Luís XIV extraído da peça de teatro Le Diable Rouge, de Antoine Rault:

Colbert: Para encontrar dinheiro, há um momento em que enganar [o contribuinte] já não é possível. Eu gostaria, Senhor Superintendente, que me explicasse como é que é possível continuar a gastar quando já se está endividado até ao pescoço…

Mazarino: Se se é um simples mortal, claro está, quando se está coberto de dívidas, vai-se parar à prisão. Mas o Estado… o Estado, esse, é diferente!!! Não se pode mandar o Estado para a prisão. Então, ele continua a endividar-se… Todos os Estados o fazem!

Colbert: Ah sim? O Senhor acha isso mesmo ? Contudo, precisamos de dinheiro. E como é que havemos de o obter se já criámos todos os impostos imagináveis?

Mazarino: Criam-se outros.

Colbert: Mas já não podemos lançar mais impostos sobre os pobres.

Mazarino: Sim, é impossível.

Colbert: E então os ricos?

Mazarino: Os ricos também não. Eles não gastariam mais. Um rico que gasta faz viver centenas de pobres.

Colbert: Então como havemos de fazer?

Mazarino: Colbert! Tu pensas como um queijo, como um penico de um doente! Há uma quantidade enorme de gente entre os ricos e os pobres: os que trabalham sonhando em vir a enriquecer e temendo ficarem pobres. É a esses que devemos lançar mais impostos, cada vez mais, sempre mais! Esses, quanto mais lhes tirarmos mais eles trabalharão para compensarem o que lhes tirámos. É um reservatório inesgotável.”


Novidades?!


Boletim de voto

Foi o que senti ao olhar para o boletim de voto !!!


Quadrilha

João amava Teresa que amava Raimundo

que amava Maria que amava Joaquim que amava Lili

 que não amava ninguém.

 João foi para o Estados  Unidos, Teresa para o convento,

 Raimundo morreu de desastre, Maria ficou para tia,

 Joaquim suicidou-se e Lili casou com J. Pinto Fernandes

 que não tinha entrado na história.

Carlos Drummond de Andrade


Mudem de Rumo

Uma pequena inspiração em dia de reflexão.


Our secret

Obrigada, Irene. A_D_O_R_E_I


FDP…

…ou será FMI?

Porque tive hoje acesso ao recibo de vencimento deste mês, porque domingo são as eleições presidenciais, porque ontem alguns dirigentes sindicais foram presos, porque vou passar a pagar portagens para ir trabalhar, porque a gasolina aumentou, porque…. PORRA,  já chega, pá.


Amor

"Leão" , o cão de Cristina Maria Cesário Santana, fica à espera, pelo segundo dia consecutivo, ao pé da campa da sua dona, falecida nas catastróficas cheias da semana passada no Brasil.


PHIL: (…) What are you looking for? Who is your perfect guy?

RITA: (…) He’s kind, sensitive, gentle, he’s not afraid to cry in front of me.

PHIL: This is a man we’re taking about, right?

[Bill Murray e Andie MacDowell, Groundhog Day, 1993]


To an old friend

Time it was, and what a time it was, it was
A time of innocence, a time of confidences
Long ago, it must be, I have a photograph
Preserve your memories, they’re all that’s left you
Vodpod videos no longer available.
 
 

Hoje, o espírito é este.


O Zodíaco mudou?!

O calendário do zodíaco que conhecíamos até aqui está desfasado cerca de um mês. Crises de identidade à parte, há quem tenha agora de repensar as tatuagens com a figura do signo a que julgava pertencer…

EU NÃO QUERO MUDAR!!!

Os astrónomos do Minnesota Planetarium Society, nos EUA, redefiniram o calendário do zodíaco. Na prática, quer dizer que a maioria de nós pertence ao signo anterior ao que julgava.

A confusão foi lançada por um artigo publicado no Minneapolis Star Tribune, que explicava que os antigos astrónomos da Babilónia basearam os signos na constelação na qual o Sol se encontrava no dia do nascimento. Só que, ao longo dos milénios, a força gravitacional da Lua terá feito a Terra oscilar no seu eixo, criando um salto de um mês no alinhamento das estrelas.

Mas há mais: é que o artigo menciona também um 13º signo, que ficaria entre Escorpião e Sagitário, mas que vários astrónomos têm desvalorizado, dizendo que se refere a uma 13ª constelação (Ophiuchus), que teria sido posta de parte pelos babilónios, por quererem apenas 12 signos.

Para os curiosos, fica o calendário, segundo a nova perspectiva:

Capricórnio: De 20 Janeiro a 16 Fevereiro
Aquário: De 16 Fevereiro a 11 Março
Peixes: De 11 Março a 18 Abril
Carneiro: De 18 Abril a 13 Maio
Touro: De 13 Maio a 21 Junho
Gémeos: De 21 Junho a 20 Julho
Caranguejo: De 20 Julho a 10 Agosto
Leão: De 10 Agosto a 16 Setembro
Virgem: De  16 Setembro a 30 Outubro
Balança: De 30 de Outubro a 23 Novembro
Escorpião: De 23 a 29 Novembro
Serpentário (Ophiuchus): De 29 Novembro a 17 Dezembro
Sagitário: De 17 Dezembro a 20 Janeiro


Metade de mim é assim…

…e a outra metade também