Diários

o melhor viajante é aquele que vampiriza tudo por onde passa – e regressa sem dor a casa. deita-se e fecha os olhos com força – a luz dos sucessivos dias bate contra a janela fechada – e murmura: onde os meus passos perderam a memória secou a paisagem. onde minhas mãos interromperam o sono quebraram-se as ilusões. onde cortei o voo do pássaro feri o coração. onde o corpo acorda não acorda a desolação. mas, de regresso a casa, ele prepara mais uma viagem e sabe esta mentira: a viagem que se prepara nunca tem regresso.

Al Berto

Anúncios

2 responses

  1. Sophia e Al Berto – os meus verdadeiros amores. Todos os restantes são paixões que têm tanto de avassaladores como de inconstantes.

    Como estás, minha jóia? Beijoooooooooooooooo!

    Janeiro 17, 2013 às 10:57 pm

  2. Helena Gomes

    Também são dois santos da minha devoção.

    Estou como as tuas outras paixões, inconstante. Um beijo.

    Janeiro 18, 2013 às 10:30 pm

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s